(...) E no meu caso, amar foi ter que abrir a mão de tudo o que eu queria. Deixá-lo ir. Teria de aceitar o fato que eu não o faria feliz, e mais uma vez, tudo acabou em lágrima. Mas para todo final triste, um recomeço feliz.
+
12852
reblog
“Peguei minhas bagagens e outras coisas que não cabiam na mala. Segui em frente numa viagem onde quem olha pra trás sente falta, eu não olho, eu não espero, não mais, não agora.”
Dois tons de amor  (via maktubsky)
21566
reblog
“Não tem o que fazer, não tem o que dizer, não tem o que sentir. Sou uma ferida fechada. Sou uma hemorragia estancada. Tenho medo de deixar sair uma letra ou um som e, de repente, desmoronar.”
Tati Bernardi.  (via allaxg)
THEME